Frota inativa de porta-contêineres é a menor em três anos – Guia Marítimo

No começo de junho foram registrados 63 navios inoperantes.
De acordo com uma pesquisa elaborada pela Alphaliner, a frota inativa de porta-contêineres voltou aos níveis pré-crise, alcançando o menor número dos últimos três anos. No começo de junho, a companhia registrou apenas 63 navios inoperantes, o equivalente a 80 mil Teus (unidade de medida equivalente a um contêiner de 20 pés), e a perspectiva é de que os números baixem para 20 mil Teus nas próximas semanas.

O estudo relata que o número de embarcações com mais de mil Teus deixadas inativas a longo prazo caiu para menos de 15 – isso incluindo algumas unidades norte-americanas que sofreram erosão. A Alphaliner avisou que a demanda não ficaria mais forte nos próximos dois meses, assim, a disponibilização de capacidade pelos fretadores pode induzir o aumento da frota inativa até setembro.

“A frota inoperante diminuiu devido à alta demanda por porta-contêineres no primeiro semestre deste ano. O número baixo de utilização nas rotas-chave e as taxas de frete não-compensatórias podem forçar as transportadoras a forçarem a volta da capacidade que será disponibilizada mais para o final deste ano. Apesar de algumas transportadoras se mobilizarem, nos últimos dois meses, para cortar capacidade, a maioria das empresas continua a incluir mais capacidade no mercado”, afirma o relatório.

Das 32 transportadoras mapeadas pela Alphaliner, 27 adicionaram capacidade nos últimos 12 meses, enquanto apenas cinco (incluindo The Containership Company, Maruba e CSAV) reduziram sua capacidade operacional.

Compartilhar no facebook
COMPARTILHAR
Compartilhar no google
COMPARTILHAR
Compartilhar no twitter
COMPARTILHAR
Compartilhar no linkedin
COMPARTILHAR