Terminal no ES vai exigir até R$ 1 bi – Valor Econômico

De São Paulo – Interessado nas oportunidades de petróleo e gás brotando no litoral do Espírito Santo, principalmente devido à prospecção do pré-sal, o grupo Ambipar decidiu investir na construção do terminal Barra do Riacho, em Aracruz. Dedicado à movimentação de cargas voltadas a esse mercado, o porto tem como objetivo atender as empresas petrolíferas. “Temos negociado com as principais empresas atuantes no litoral capixaba”, diz José Barbosa, diretor geral da Nutripetro – empresa do grupo que está construindo a obra. O interesse da Ambipar no projeto, além de fornecer a estrutura para as empresas de petróleo, é prestar os serviços ambientais que já oferece a outros setores.”O mercado de petróleo tem muita geração de resíduos e o grupo usará a experiência que tem para se inserir nessa cadeia”, diz. O investimento da empresa para o terminal é de aproximadamente R$ 400 milhões, com previsão de conclusão para 2014. O projeto ainda inclui integração com os modais ferroviário, rodoviário e aeroportuário. Segundo Barbosa, a empresa também estuda ampliar a atuação e fazer com que o terminal movimente cargas gerais – o que pode demandar até R$ 1 bilhão em investimentos a serem feitos em parceria com eventuais sócios do empreendimento.
A cidade de Aracruz já tem outro terminal dedicado, de propriedade conjunta da Fibria (51%) e da Cenibra (49%) – as duas principais empresas de papel e celulose no país. Chamado de Portocel, é o único porto do Brasil, segundo a própria empresa, especializado no embarque de celulose e está preparado para embarque anual de 7,5 mil toneladas de celulose.

Compartilhar no facebook
COMPARTILHAR
Compartilhar no google
COMPARTILHAR
Compartilhar no twitter
COMPARTILHAR
Compartilhar no linkedin
COMPARTILHAR