Rio Grande do Sul assumirá navios paraguaios que estão retidos no Cais – Jornal Commercio

Como forma de pagamento de uma dívida de tarifas portuárias no valor de R$ 4,93 milhões, o governo do Paraguai entrega, nesta quinta-feira (21), a sucata dos navios Mariscal José Félix Estigarribia e General Bernardino Caballero, que estão atracados no Porto de Porto Alegre desde 1997. A assinatura do termo de dação das embarcações acontece na sede do Consulado Paraguaio, na Rua Dr. Barcellos, 2237, no bairro Tristeza, na Zona Sul.O superintendente de Portos e Hidrovias, Vanderlan Vasconselos, e o diretor de Portos da SPH, Silvio Pinheiro David, participarão do ato. Segundo Vanderlan, com a inclusão dos navios ao patrimônio do Estado, a Superintendência de Portos e Hidrovias pretende realizar leilão da sucata resultante das embarcações para que elas sejam retiradas do cais. “Mais do que uma preocupação com a estética e liberação de área do Porto, a presença destes navios nas docas do Cais Navegantes consiste em um risco iminente ao meio ambiente, já que seus porões ainda possuem substância oleosa, em grande quantidade”, disse, através de nota divulgada pela assessoria de imprensa.
Os navios paraguaios foram retidos pela Marinha do Brasil, no Porto de Porto Alegre na época, por não estarem em condições seguras para navegação. Eles traziam trigo para o Rio Grande do Sul.

Compartilhar no facebook
COMPARTILHAR
Compartilhar no google
COMPARTILHAR
Compartilhar no twitter
COMPARTILHAR
Compartilhar no linkedin
COMPARTILHAR