Novo complexo logístico no Litoral Norte, se aprovado, custará R$ 3 bilhões – Diário de Pernambuco

Um investimento de R$ 3 bilhões. Este é o custo estimado para construção de um novo polo logístico em Pernambuco, desta vez situado no Litoral Norte. O complexo, formado por um porto e um aeroporto internacional, foi anunciado nesta segunda-feira (6) pelo governo do estado, em coletiva à imprensa no Palácio do Campo das Princesas. A proposta do empreendimento será avaliada amanhã na reunião do Comitê Gestor do Programa de Parcerias Público Privadas de Pernambuco, na sede da Secretaria de Planejamento do Estado (Seplag).

“É uma oportunidade de dar ao Litoral Norte pernambucano a mesma dinâmica econômica que fez de Suape um case internacional”, disse o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Júlio, em nota. “Com a experiência que acumulamos com PPPs, esperamos viabilizar este grande investimento sem onerar os cofres do estado”, acrescentou no mesmo documento o secretário do Governo, Maurício Rands.

A autorização para desenvolvimento dos estudos está sendo dada como resposta à Manifestação de Interesse encaminhada pelo consórcio formado pelas empresas Promon Engenharia e STR Projetos – na qualidade de agentes empreendedores – e BTG Pactual e Pátria Investimentos, que seriam os estruturadores financeiros. Caso a proposta seja aprovada pelo comitê, eles terão 90 dias para elaborar os estudos relativos ao projeto.

O estado já desenvolve três grandes projetos no regime de PPPs – a Arena da Copa, a unidade de ressocialização de Itaquitinga e o sistema viário do Paiva. Nesta reunião de amanhã, o comitê avaliará ainda outros dois projetos: a construção de uma plataforma multimodal em Salgueiro, avaliada em R$ 600 milhões, e o Arco Metropolitano, orçado em R$ 1,8 bilhão.

Compartilhar no facebook
COMPARTILHAR
Compartilhar no google
COMPARTILHAR
Compartilhar no twitter
COMPARTILHAR
Compartilhar no linkedin
COMPARTILHAR