Governo Federal deve privatizar porto de Luís Correia – Brasil Portais

O processo começará com a licitação de um novo terminal em Manaus.Iniciado o processo de privatização dos aeroportos, o Governo Federal prepara, agora, as diretrizes para transferir ao setor privado a construção de novos portos marítimos no Brasil.
A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) já identificou 45 áreas consideradas prioritárias para o recebimento de investimentos privados.
O processo começará com a licitação de um novo terminal em Manaus, onde a situação portuária é considerada crítica. O novo modelo tem uma filosofia de gestão diferente da que vigora atualmente nos portos brasileiros.
Embora toda a operação dos terminais já tenha sido privatizada na década de 1990, os chamados portos públicos ou organizados são administrados por uma autoridade portuária pública, como as companhias Docas. “Quem vencer vai administrar e operar tudo dentro do porto, com a supervisão da Antaq”, explicou à Agência Estado o diretor da agência, Tiago Lima.
A Antaq, segundo ele, gostaria de ter lançado o edital de licitação para o porto de Manaus em maio, mas ainda aguarda as diretrizes de outorga que estão sendo fechadas pela Secretaria Especial de Portos (SEP). As 45 áreas a serem licitadas nos próximos anos estão em 12 estados, 7 deles nas Regiões Norte e Nordeste. As demais estão nas Regiões Sul e Sudeste.

Compartilhar no facebook
COMPARTILHAR
Compartilhar no google
COMPARTILHAR
Compartilhar no twitter
COMPARTILHAR
Compartilhar no linkedin
COMPARTILHAR