Começa teste de correia transportadora – O Povo

Correia transportadora do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP) já está sendo testada. Navio com carvão mineral atracou ontem para realizar as primeiras atividades com o equipamento

O novo sistema de transporte de minérios do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP) está quase pronto. Os ajustes e o fim da montagem são indicados pelo início dos testes. A informação é da assessoria de imprensa da Cearaportos, empresa que administra o Porto do Pecém.

O navio com carvão para início das atividades experimentais já estava fundeado no porto, mas só atracou ontem, confirmou a Secretaria de Infraestrutura do Ceará (Seinfra-CE), por meio da sua assessoria de imprensa.

Com 12 quilômetros de extensão, a correia possui um sistema de descarregamento contínuo. Estão sendo consumidos R$ 150 milhões no equipamento, que tem capacidade de transportar 2,4 mil toneladas por hora de produtos.

O equipamento é um investimento de rápido retorno e vai beneficiar, principalmente, a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) e as termelétricas, uma delas, a Usina Termelétrica Energia Pecém (UTE-Pecém), com previsão para operar em setembro.

O Porto do Pecém também está se preparando para a inaugurar o Terminal de Múltiplo Uso (Tmut). A apresentação das obras prontas está marcada para o dia 5 de agosto, com a presenta do governador Cid Gomes.

O Tmut terá dois berços para atender navios porta-contêiner. O quebra-mar será ampliado para mil metros. A ponte existente será prolongada em 348 metros, tudo com investimento de aproximadamente R$ 410 milhões.

A capacidade estimada de movimentação de contêineres será ampliada dos atuais 250 mil Teus (em português, unidade equivalente a um conteiner de 20 pés) por ano para 760 mil Teus/ano.

Até 2016, o investimento para modernizar e ampliar o porto é da ordem de R$ 1.140 bilhão, com o objetivo de torná-lo mais competitivo.

Diretoria recomposta
diretoria da Cearaportos estava desfalcada, desde quando o diretor de Desenvolvimento Comercial, Mário Lima Júnior, havia deixado o cargo para assumir secretaria na Secretaria Especial dos Portos (SEP). A diretoria está recomposta. A presidência da Cearaportos continua com Erasmo Pitombeira; Francisco Oliveira (diretor de Desenvolvimento Comercial); José Fernandes de Oliveira (diretor de Gestão Empresarial); Luiz Hernani de Carvalho Junior (diretor de Implantação e Expansão) e Waldir da Frota Sampaio (diretor de Infraestrutura e Desenvolvimento Operacional), outra novidade.

Onde

ENTENDA A NOTÍCIA

Complexo Industrial do Pecém começa a dar sinais de desenvolvimento. Siderúrgica, Refinaria, cimenteiras, termelétricas, empresas do ramo de eólicas começam a dar corpo a imensidão de terra, antes vazias.

Compartilhar no facebook
COMPARTILHAR
Compartilhar no google
COMPARTILHAR
Compartilhar no twitter
COMPARTILHAR
Compartilhar no linkedin
COMPARTILHAR