Burocracia desestimula transporte multimodal no Brasil, aponta TCU

Os ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) recomendaram que o Ministério da Infraestrutura adote, em conjunto à Empresa de Planejamento Logístico (EPL), medidas para que a navegação interior e de cabotagem sejam incluídas na próxima revisão do Plano Nacional de Logística (PNL), tornando-o um instrumento efetivo de integração multimodal. O acórdão orientou que a pasta unifique etapas comuns entre o PNL, o PNLP (Plano Nacional de Política Portuária) e outros planos do setor de transportes visando à racionalização dos investimentos públicos e maior integração entre os planos.

Clique aqui e leia a matéria na integra

COMPARTILHAR 0
COMPARTILHAR 0
COMPARTILHAR
COMPARTILHAR 0