Valec mantém suspensa licitação das obras de ferrovia que passará por Lucas – Só Notícias

O presidente interino da Valec, empresa estatal do setor de ferrovias, Antônio Felipe Sanches Costa, determinou a prorrogação por mais 30 dias da suspensão de todos os procedimentos licitatórios de projetos, obras e serviços de engenharia em curso promovidos pelo órgão. Ao todo são quatro procedimentos afetados por esta medida e entre eles está as obras da Ferrovia de Integração Centro-Oeste (FICO) no trecho entre Campinorte (GO) a Lucas do Rio Verde e também do trecho entre Campinorte (GO) a Água Boa.

A decisão está publicada no Diário Oficial da União, que circula hoje, e atende determinação do Ministério dos Transportes. Não foi informado o motivo da prorrogação da suspensão. As outras obras com a paralisação prorrogadas foram da Ferrovia Norte Sul, para a construção do acesso ao rodoviário ao Pátio de Guaraí (TO) e o Lote 01 da Ferrovia Norte-Sul (FNS), no trecho Panorama (SP) a Porto Rio Grande (RS), com extensão de 1.620 km; Lote 02 da ligação Ferroviária de Mato Grosso do Sul ao Porto de Paranaguá (PR), no trecho Maracaju (MS) a Paranaguá (PR), com extensão aproximada de 1.116 km

Conforme Só Notícias já informou, esta mesma obra já havia sido paralisada no final do mês passado por determinação do Tribunal de Contas da União (TCU). Na oportunidade, o TCU identificou fortes indícios de superfaturamento no projeto para construir a ferrovia. A notificação foi encaminhada ao Ministério dos Transportes. O ministério, através da Valec, havia lançado licitações de vários trechos para serem construídos os trilhos e terminais de cargas. A Ferrovia Integração Centro-Oeste (FICO), ligando Goiás-Mato Grosso-Rondônia, tem como previsão a construção de um terminal de cargas em Lucas do Rio Verde.

A previsão de início da construção era os primeiros meses de 2012, com conclusão de todo o trecho até Lucas do Rio Verde, totalizando 1.040 quilômetros, em 2014. Concluída toda a primeira etapa, a Ferrovia passará pelos municípios de Cocalinho, Nova Nazaré, Água Boa, Canarana, Gaúcha do Norte, Paranatinga, Nova Ubiratã e Sorriso, até chegar a Lucas. A segunda etapa da Ferrovia Centro-Oeste segue até o município de Vilhena (RO). O total de investimentos do Governo Federal, é de R$ 4,1 bilhões para a primeira etapa, e R$ 2,3 bilhões para o trecho Lucas-Vilhena.

Compartilhar no facebook
COMPARTILHAR
Compartilhar no google
COMPARTILHAR
Compartilhar no twitter
COMPARTILHAR
Compartilhar no linkedin
COMPARTILHAR