Novo porto será construído na área da antiga Siderama – A Crítica

Na próxima semana o governador Omar Aziz deve anunciar um projeto de intervenções urbanas que contempla melhorias na Manaus ModernaNa última sexta-feira (24), quando a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) disse que irá licitar concessão de portos no País iniciando por Manaus, referia-se ao porto privado �?? de carga e descarga de produtos �?? que deverá ser construído na área da antiga Siderama, na Zona Leste, próximo ao Distrito Industrial.
O empresário Maurício Loureiro disse que, há pouco tempo, esteve com o diretor-geral da Antaq e ex-ministro da Secretaria Especial de Portos (SEP), Pedro Brito, e durante a conversa foi informado de que neste momento a Agência deve licitar a concessão de operação para executar a obra já que no ano passado uma empresa estrangeira ganhou a licitação para a elaboração do projeto conceitual do novo porto.
�??Como Manaus não tem nenhum porto de carga e descarga essa opção é ótima. O ideal era que a cidade tivesse pelo menos cinco bons pontos para termos competitividade e resposta no atendimento�?�, disse Loureiro.
Um ponto positivo, segundo o empresário e diretor-executivo da Technos, é que o novo porto estará dentro do Distrito Industrial e não deverá atrapalhar o trânsito na área central e urbana da cidade, que anda muito tumultuado. No entanto, a licitação só deve acontecer em dezembro, de acordo com o secretário de Estado do Planejamento (Seplan), Marcelo Lima.
Diretrizes antes da licitação
Antes de licitar, a Antaq precisa definir as diretrizes para transferir ao setor privado a construção de novos portos marítimos no Brasil. �??Além disso, a empresa dinamarquesa que ganhou a licença do projeto conceitual, Maersk Line, precisa concluir os estudos ambientais para que o projeto seja aprovado junto aos órgãos competentes e isso deve se dar até novembro�?�, segundo o secretário da Seplan, Marcelo Lima.
Quanto à concessão, segundo ele, a empresa que conquistá-la irá gerir o porto, assim como também será responsável pela obra de engenharia. �??As obras só deverão ser iniciadas em fevereiro de 2012 e o investimento deverá ser de cerca de R$ 300 milhões�?�. De acordo com o secretário da Seplan, o investimento é alto e contempla a demanda atual e o crescimento do Polo Industrial para os próximos 20 a 30 anos.
Ultrapassado
O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL-Manaus), Ralph Assayag, disse há 15 anos já defendia a construção de um porto na área da antiga Siderama. �??Hoje a situação é outra, pois estou convencido de que quando o projeto estiver concluído o modelo estará ultrapassado para atender à demanda atual da cidade no que se refere à carga e descarga�?�. Ralph acrescentou ainda que a cidade necessita de porto para atender os moradores do Estado e os turistas.

Compartilhar no facebook
COMPARTILHAR
Compartilhar no google
COMPARTILHAR
Compartilhar no twitter
COMPARTILHAR
Compartilhar no linkedin
COMPARTILHAR