Guarda Portuária do porto de Paranaguá passa por treinamento em uso de arma – Bem Paraná

O treino de tiro prático é realizado a cada três anos, para renovação do porte de armamento

Os integrantes da Guarda Portuária do Porto de Paranaguá estão passando por um treinamento em uso de revólver, tiro prático e exames psicológicos para renovação do porte de armamento junto à Polícia Federal. “O treinamento é fundamental para que o guarda portuário esteja apto a usar seu armamento, quando for exigido no atendimento de ocorrências e na manutenção da segurança das instalações do porto”, explica o chefe da Guarda Portuária, Márcio Renato de Souza.

O treinamento de tiro prático é realizado a cada três anos, por ocasião da renovação do porte de armamento, que é obrigatório. Para os próximos anos, o objetivo é promover esse tipo de treinamento de reciclagem pelo menos duas vezes ao ano, para manter a habilidade prática dos guardas. O armamento utilizado é o revólver calibre 38, mas há um pedido da Guarda para compra de pistolas 380, que são mais adequadas e práticas para as funções de instituições desse gênero.

A Guarda Portuária de Paranaguá, que completará 24 anos em setembro, possui 106 integrantes e é responsável pelo monitoramento e pela segurança na zona primária da faixa portuária, nas ruas e avenidas adjacentes ao porto, onde conta com apoio da Polícia Militar do Paraná, e também no Pátio de Triagem de Caminhões.

Outra atribuição da Guarda Portuária é a atenção com o trânsito de caminhões na região do porto. “Com a volta dos caminhões a Paranaguá, principalmente neste momento de pico de safra, começamos a ter problemas e já estamos com um estudo pra organizar o tráfego nas avenidas dessa área da cidade”, afirma Souza.

Compartilhar no facebook
COMPARTILHAR
Compartilhar no google
COMPARTILHAR
Compartilhar no twitter
COMPARTILHAR
Compartilhar no linkedin
COMPARTILHAR